Quais impostos um pet shop deve recolher?

saiba quais impostos que o pet shop deve recolher

A carga tributária no Brasil é uma das mais altas entre todos os países comercialmente desenvolvidos no mundo. Sendo assim, ao planejar a abertura de uma empresa é preciso considerar todos os impostos que incidirão sobre suas operações para que o negócio seja lucrativamente viável.

Além de pensar na lucratividade, realizar um planejamento tributário adequado garante a regularidade da empresa junto ao fisco. Isso evita uma eventual descapitalização desnecessária devido à multas e autuações.

Se você estiver pensando em abrir um pet shop, você deve conhecer os impostos incidentes sobre este tipo de estabelecimento, de modo a aumentar a sua lucratividade e os melhores resultados financeiros para a empresa.

É preciso que você analise criteriosamente os regimes tributários, para que a carga não se torne muito pesada. Os quatro principais tipos de regimes, são os seguintes:

Receba dicas de gestão para pet shop diretamente no seu email!

1-Microempreendedor individual

No caso do faturamento do pet shop ser de até R$ 60 mil por ano, não havendo sócios, o enquadramento como MEI – Microempreendedor Individual, torna-se possível. Os impostos incidentes para esse regime são recolhidos através de uma guia única. Nesse sistema de tributação, o empresário pode ter apenas um empregado com carteira registrada.

2-Simples Nacional

O Simples Nacional apresenta oito impostos incidentes para um pet shop, entre federais, estaduais e municipais. Esses valores também são recolhidos em uma única guia, a DAS – Documento de Arrecadação Simplificado. As alíquotas variam de acordo com a atividade. Para  sendo que para o pet shop, a alíquota inicial é de 16,93% sobre o faturamento.

Para o Pet Shop, na condição de Microempresa, o Simples Nacional é permitido para faturamento até R$ 360 mil anuais. Para as demais empresas de pequeno porte, o faturamento pode ser de até R$ 3,6 milhões. Esta é a opção mais vantajosa para o recolhimento dos impostos incidentes para um pet shop.

3-Lucro Presumido

Os impostos incidentes para um pet shop na tributação pelo lucro presumido levam em conta uma base de cálculo para o lucro, sobre a qual incidem as alíquotas. Esta opção pode ser vantajosa, uma vez que a base é definida de forma fixa, não dependendo do faturamento. Quando o pet shop tiver um lucro maior do que 32% sobre a receita, o lucro presumido se torna mais interessante.

4-Lucro Real

O lucro real somente é obrigatório para empresas cujo faturamento anual seja superior a R$ 48 milhões. Ele pode ser adotado por qualquer modelo de negócio. No caso de o Simples Nacional ou o Lucro Presumido não se apresentar como melhor opção para o cálculo dos impostos, o Lucro Real torna-se a melhor opção.

O único problema do lucro real é a necessidade de se manter um maior controle sobre as finanças, para que tudo seja apurado corretamente.

Veja quais são os impostos que um pet shop deve recolher

Os impostos incidentes para um pet shop são aqueles comuns à maior parte das empresas, além dos específicos, referentes à prestação de serviços. São eles:

  • IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica;
  • CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • COFINS – Financiamento da Seguridade Social;
  • INSS – Instituto Nacional de Seguridade Social;
  • ISS – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza;
  • ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • TFE – Taxa de Fiscalização de Estabelecimento;
  • Contribuição Sindical Patronal e
  • Taxa de Emissão de Nota Fiscal.

É importante destacar que o recolhimento de impostos incidentes para um pet shop através do Simples Nacional não exclui outras possíveis incidências, que podem não estar na lista acima, como no caso de determinados municípios.

Esses casos devem ser analisados pelo contador, ou por um profissional especializado em tributação. Ele é quem poderá orientar melhor o empresário sobre suas obrigações tributárias.

Para que o empresário possa ter um bom planejamento tributário para seu pet shop, é importante procurar uma assessoria contábil especializada em contabilidade para pet shop, considerando, através de simulações e de levantamentos, o melhor tipo de sistema para sua empresa.

Como sua loja pode aprimorar o planejamento tributário

O planejamento tributário permite que o empresário tenha total controle sobre os impostos incidentes. No entanto,  para sua montagem, precisa do auxílio de um contador que possa lhe orientar.

Utilizando o sistema de gestão ou a planilha preparada especialmente para seu o pet shop, o empresário não terá que se confrontar com a quantidade praticamente incontável de números e alíquotas para saber o quanto irá recolher de impostos.

Um profissional especializado também poderá indicar o melhor programa para pet shop, ajudando a manter o controle total sobre as entradas e saídas financeiras da empresa, apresentando sua lucratividade. Assim, fica mais fácil fazer a previsão do valor total dos impostos incidentes e que deverão ser recolhidos pelo seu pet shop, garantindo que tudo esteja contabilizado.

Documentos implantados recentemente, como a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, também auxilia na organização de informações para a prestação de contas à fiscalização, tornando o trabalho mais simplificado e mais rápido, poupando tempo do empresário para atividades exigidas pelo seu estabelecimento e que, graças à sua natureza, não podem ser automatizadas.

Se você tem um pet shop e tem dúvidas com relação aos impostos que deve recolher, procure uma empresa especializada em contabilidade para pet shop. Ela poderá ajudá-lo a manter a organização e a tributação dentro das regras estabelecidas pela legislação.

A Attentive Contabilidade é uma empresa especializada em contabilidade para pet shops e tem expertise comprovada em planejamento tributário e contabilidade neste segmento.

Post Original: https://attentivecontabilidade.com.br/quais-os-impostos-incidentes-para-um-pet-shop/

Experimente grátis por 07 dias
Roberto

Esse comentário possui 2 respostas

  1. Gleyson says:

    Adorei a dica

    • Evellyn Emidia says:

      Oi Gleyson, ficamos felizes que tenha gostado! Continue conosco pois sempre temos novidades por aqui. =D

Deixe um comentário

Você pode utilizar esses códigos HTML ou esses atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>