7 erros no atendimento ao cliente que você provavelmente não conhecia

erros no atendimento ao cliente do seu pet shop

Apesar de muito se falar em técnicas para encantar o cliente, existem alguns erros cometidos no atendimento ao cliente que podem derrubar o seu número de vendas. Oferecer um atendimento de qualidade é imprescindível para fidelizar os clientes do seu pet shop. Confira nesse post, 7 erros no atendimento ao cliente que você provavelmente não conhecia e veja ainda como evitá-los:

Falta de empatia

Esse é um dos piores erros na hora de atender um cliente: não ser capaz de se colocar no seu lugar. Os clientes querem ser ouvidos atentamente, querem ser atendidos com a devida qualidade que merecem. Para oferecer esse atendimento, é preciso entender quais são as suas reais necessidades.

Nesse sentido, criar uma boa impressão e agir de maneira que faça o cliente identificar por você, criando empatia, pode ser uma ótima estratégia, já que as pessoas têm a tendência de confiar mais em quem demonstra ter algo em comum com elas.

Falar demais

O vendedor precisa ouvir bem o cliente e entender o que ele realmente quer. Não adianta ficar falando sem parar, oferecendo um produto atrás do outro sem saber o que o consumidor realmente está procurando.

Lembre-se de que se o vendedor estiver falando demais, não tem como o cliente dizer o que realmente quer. Evite esse erro treinando o pessoal do atendimento para saber ouvir atentamente.

Errar na abordagem durante o atendimento ao cliente

É preciso prestar atenção ao cliente desde o momento em que ele coloca os pés na loja para não errar na abordagem. Se o cliente entra com pressa e já vai direto a algum produto especifico, naturalmente ele já sabe o que quer e provavelmente quer ser atendido rapidamente. Se o cliente entra devagar, observando tudo é bem provável que ele esteja com mais tempo e ainda não tenha certeza do que quer.

Por isso, não adianta muito o vendedor ter um padrão de “agressividade” no seu atendimento, pois quem define isso é o cliente.

Não ter limites

Algumas empresas erram feio quando acham que mandar e-mails de mais, ligar o tempo todo e encher o cliente de mensagens de texto pode estar realmente ajudando a vender melhor. Na verdade, quando não há limites, é bem provável que o cliente vá se estressar.

O cliente, é claro, gosta de ser comunicado sobre as novidades, gosta de sentir que é lembrado, mas sem exagero e sem demonstrar o “desespero” da parte da empresa.

Receba dicas de gestão para pet shop diretamente no seu email!

Fazer as perguntas erradas, no momento errado

Uma negociação não deve ser feita de forma precipitada, pois nenhum cliente deseja se sentir pressionado. Perguntar, por exemplo, sobre qual seria a melhor forma de pagamento enquanto o cliente ainda não se imagina adquirindo o produto é uma forma fatal de comprometer o atendimento.

Menosprezar o cliente

Nunca, jamais cometa o terrível erro de menosprezar um cliente. Não subestime o poder aquisitivo de algum cliente, julgando-o.

Se o cliente perceber isso, ficará extremamente chateado e pensará duas vezes antes de fechar compra. Por isso nunca fale logo de cara sobre as condições de parcelamento sem saber se o cliente pode ou não pagar à vista, por exemplo.

Esquecer do cliente depois da venda

A venda não termina quando o cliente paga pelo produto e vai embora. Existe ainda o processo de pós-venda, que envolve fidelizar o consumidor e fazê-lo voltar!

Você sabia que fazer estratégias de pós-venda sai muito mais barato do que as propagandas de pré-venda? Além disso, quando uma empresa conquista um cliente, ela ainda ganha um promotor do seu produto, pois é bem provável que ele recomende o seu produto a amigos e familiares!

Então, gostou das dicas para evitar erros no atendimento ao cliente? Aproveite para ler o nosso e-book com dicas para você ter um pet shop de sucesso. É gratuito!

Dicas de para montar um pet shop de sucessos

 

Roberto

Esse comentário possui 0 respostas

Deixe um comentário

Você pode utilizar esses códigos HTML ou esses atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>